A série dos Defensores já está prestes a lançar e como um aquecimento pra você não passar vergonha com aquele seu amigo muito mais nerd que você, irei detalhar as principais diferenças dos Defensores da Netflix com o dos gibis clássicos da Marvel.

1- Os integrantes dos Defensores

Inicialmente lá em Marvel Feature #1 nos anos 70, tivemos a primeira aparição dos Defensores, formados por Dr. Estranho, Hulk, Surfista Prateado e Namor. É interessante dizer que o projeto na época era só uma desculpa do escritor Roy Thomas para dar continuidade às histórias do Dr. Estranho e Surfista Prateado que tinham perdido suas revistas solos. Apesar disso, a equipe não foi fixa com os anos e surgiram os Novos Defensores, Defensores Secretos e mais algumas variedades.

Já com a Netflix foi utilizado um esquema um pouco diferente. Na época, personagens como o Demolidor, Justiceiro e Motoqueiro Fantasma tinham acabado de voltar para a Casa das Ideias, mas não havia espaço para filmes dos mesmos, então eis que veio a oportunidade de séries originais produzidas em parceria com a Netflix. A ideia deu muito certo e hoje em dia é mais fácil encontrar pessoas que conheçam a formação atual dos Defensores (Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro) do que a clássica e possivelmente esquecida por grande parte das pessoas.

2- Tom

As séries, apesar de cada uma delas ter uma particularidade, todas tem um tom mais pesado, seja isso pela violência ou pelos assuntos que aborda. Já nos quadrinhos temos mistura de tons, lembrando bastante os Vingadores, mas focando em batalhas contra seres místicos e sobrenaturais.

Apesar do universo das séries ter começado a viajar um pouco no quesito “mundo místico” e coisas sobrenaturais desde a segunda temporada de Demolidor, ainda não tivemos nada de fato relevante nessa área, além de ninjas subindo paredes e a Elektra provavelmente voltando a vida.

3- Os vilões

Se tem uma coisa que os fãs costumam reclamar no MCU são de seus vilões, que geralmente são bem esquecíveis, mas nesse quesito a Netflix começou muito bem. Em 2015, com Demolidor tivemos o incrível Wilson Fisk (Vincent D’Onofrio) e com Jessica Jones, Killgrave (David Tennant), ambos excelentes vilões. Infelizmente a receita parece ter mudado e até o momento não tivemos mais nenhum vilão tão interessante (saudades Boca de Algodão). Nos resta acreditar que Sigourney Weaver faça jus aos primeiros anos das séries.

Já nos quadrinhos, os vilões são bem variados, mas geralmente focando em seres místicos como Dormammu ou Mefisto e até mesmo vilões hoje já conhecidos no MCU como O Colecionador, Ronnan O Acusador e Thanos.

facebook comments:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here