O quadrinista Stan Lee, conhecido como a grande cabeça da Marvel e que ajudou na criação dos maiores personagens da editora, foi acusado de abuso sexual pelas enfermeiras que cuidavam dele.

As informações são do jornal britânico Daily Mail, que reporta que várias enfermeiras que trabalham para uma companhia que fornece profissionais para idosos famosos que precisam de cuidados, reclamaram das atitudes de Lee, de 95 anos.

A maioria das acusações incluem pedidos de sexo oral e também “apalpadas em locais inapropriados”. A companhia supostamente ameaçou processar Lee após as reclamações das enfermeiras.

Por outro lado, o advogado de Lee diz ao jornal que as acusações são falsas e seu cliente não fez nada de errado e que “isso é uma tentativa de conseguir dinheiro do Sr. Lee”.

Continue ligado para mais informações sobre o caso.

facebook comments:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here