Formada na cidade de Campinas, interior de São Paulo, a VigiliAnonima faz parte da nova cena independente da região metropolitana (RMC). Buscando a renovação do rock nacional, a banda é formada por Diego Rossi (vocal), Eduardo Ribeiro (guitarra), Marcelo Rossi (guitarra), Rafael Dimarzio (contrabaixo), Leandro Costa (teclado) e Ariel Guilhem (bateria).
A banda começou em 2011, quando o vocalista Diego Rossi e o produtor musical Felipe Jardim, decidiram que juntos dariam vida a diversas canções até então compostas por Diego e seu pai, Edi Ehdas. Desde então, o objetivo de levar qualidade sonora e literária é fator prioritário, e vem sendo realizado com muita perseverança e paixão por todos os membros da autentica VigiliAnonima.

A banda, antes de sua primeira apresentação (American Garage Bar, distrito de Sousas dia 17/05/2015)
A banda, antes de sua primeira apresentação (American Garage Bar, distrito de Sousas dia 17/05/2015)

Após algum tempo de produção, a banda começa o seu trabalho na estrada. Levando em conta que o trabalho é completamente autoral, eles derrubaram importantes barreiras que sempre existem no começo de um trabalho desses. Em Maio de 2015, fizeram sua primeira apresentação ao vivo. No dia seguinte, participaram do “II Metrocamp Music Festival” e, em meio a bandas de grande qualidade, conquistaram o primeiro lugar com a música “Pare e Repare”.

 

Foi um acontecimento importantíssimo para dar um gás extra ao pessoal da VA, que em pouco tempo, saiu de Campinas e deixou sua marca em São Paulo. Apresentaram-se nos grandes Blackmore Rock Bar, Inferno Club e o Manifesto, considerado a maior casa do cenário, já tendo recebido grandes bandas como AC/DC, Metallica, Motörhead, Deep Purple, Iron Maiden e outras do mesmo porte. A banda ainda levou sua música para Monte Sião-MG, onde participou do festival “Expressão Livre”. Posterior a isso, de volta a Campinas, a VA é atração das principais casas da cidade.

13162377_944212742342746_361184566_n
Flyer publicado pelo evento, mostrando os vencedores.

Destacando-se por sua identidade sonora pesada e melódica, com canções que vão do pop até o hard rock, possuem músicas que narram histórias temáticas, alteram percepções e alcançam o intimo, tocando o coração daquele que as escutem com a alma. Através de letras marcantes que revelam uma visão de mundo no mínimo interessante, podendo-se dizer singular, implícita, ou simplesmente VigiliAnonima. Praticamente, um prato cheio para bons apreciadores de música: A já citada “Pare e Repare”, busca um autoconhecimento do ser, a ponto de acreditarmos na força existente no coração de cada um de nós. As temáticas “Guerra de Gigantes” e “Em Cada Olhar” retratam situações fantasiosas, mas que facilmente podem ser usadas como alusão às batalhas do nosso cotidiano. A conceitual “Levanta do Sofá” é um educado “tapa na cara” da sociedade. E por fim, a canção que representa todo aquele que trilha o caminho atrás do seu sonho, que mesmo com toda a dificuldade de conseguir “um lugar ao sol”, estampam no peito e dizem “vou seguir em frente, sem medo do fracasso”, temos “Eu Sou o Que Eu Sou”.

Essa é a Vigilianonima, que há aproximadamente um ano e meio, busca seu espaço no cenário para difundir suas ideias e oferecer um novo conceito de música para a sociedade. Se será um caminho difícil, pouco importa. Se os caras disseram que seguirão em frente sem medo do fracasso, nos resta aguardar e apoiar.

Deixo aqui para vocês alguns links úteis caso queiram conhecer melhor a banda.
Página: facebook.com/vigilianonima
Youtube: https://www.youtube.com/user/vigilianonima
Soundcloud: https://soundcloud.com/vigilianonima

Curiosidade: – O guitarrista Eduardo Ribeiro fez parte de duas das três bandas vencedoras do Metrocamp Music Festival.
– O baixista não é o David Luiz.

Escrito Por: Levi Kaique Ferreira

  • Crystiane

    Que demais, adorei o perfil, texto sobre a banda e as músicas.

  • Felipe

    Show de bola o som dos caras! Mandaram muito bem nas composições e performance no palco.

    Estão no caminho certo sem duvida. A banda terá um grande futuro se derem a oportunidade para esses caras.

  • Gabriel Manson

    Banda com personalidade, coisa que não esta muito fácil encontrar hoje em dia. Legal ouvir uma banda boa em português. O nosso rock nacional esta carente de bandas em português com peso de rock de verdade. Curti o vocal, tem uma voz diferente tbm!

  • Fernando Rose

    Caraca!! Banda top essa!! puta pegada nas guita e voz.