Hoje resolvemos trazer uma lista elencando música e animações, no intuito de mostrar como uma boa trilha sonora pode complementar uma boa animação, ou em alguns casos, ser a única coisa a ser salva em uma obra ruim. Nosso intuito com essa lista é trazer não apenas animações ou artistas famosos, mas também novas sugestões além do mainstream e o contato com alguns ramos diferentes da música oriental.

 

 

10. Yume Mite Iyou – Sakura Wars

Com uma estética muito chamativa e promissora, Sakura Taisen (Ou Sakura Wars) é um péssimo anime em questões de enredo, mas chama a atenção em relação à trilha sonora. Como parte da trama se relaciona com o gênero teatral japonês denominado Takarazuka, composto apenas por mulheres, de 2001 a 2006, foram produzidos espetáculos musicais baseados na trama, com as soundtracks originais, que carregam um quê de música tradional. Yume Mite Iyou, música de encerramento do anime, foi uma das músicas performadas, e traz muito bem essa harmonia entre vocais femininos fortes e a delicadeza dos instrumentos e técnicas vocais tradicionais japoneses.

9. Take Off – Ao no Exorcist

Performada pelo grupo coreano 2PM, essa é umas das poucas OSTs de animes performadas por artistas coreanos, que apesar de terem um grande público consumidor no Japão, ainda sofrem certos embargos e preconceitos por sua origem, devido às querelas políticas históricas entre os dois países. Primeiro tema de encerramento do anime, Take off é uma música enérgica, com uma coreografia incrível, além das vozes excelentes.

8. Melissa – Fullmetal Alchemist 

Clássica. A primeira abertura de Fullmetal Alchemist, interpretada pela banda Porno Graffiti certamente marcou a infância de muita gente, e dispensa muitos comentários, pois fala por si só.

7. Rain – Kotonoha no Niwa

A elogiadíssima animação de 2013, que chegou recentemente ao catálogo da Netflix é delicada e emocionante, com uma enorme harmonia entre personagens, animação e trilha sonora, apesar do enredo polêmico. Toda a trilha merece um enorme destaque, mas Rain é uma canção de uma delicadeza aguda. Originalmente escrita por Senri em 1988, foi reinterpretada por Motohiro Hata, e tornou-se música-tema do longa.

6. To the Beginning – Fate/Zero

Uma música incrível, uma mistura de música lírica e J-rock, To the Beginning é interpretada pelo grupo Kalafina, que também trabalhou com OSTs de animes como Madoka Magica. Essa canção foi utilizada na abertura da segunda temporada do anime Fate/Zero, em 2012.

5. Lithium Flower – Ghost in the Shell: Stand Alone Complex 

Lançada em 2002, a série animada da franquia Ghost in the Shell conta com uma trilha sonora profunda, que encaixa e harmoniza perfeitamente com as situações nas quais é inserida. Dentro dessa trilha, vale a pena destacar aqui a canção usada como tema de encerramento. Lithium Flower foi escrita por Tim Jensen e cantada por Scott Matthew.

4. Shinjitsu no Uta – Inuyasha

A trilha sonora de Inuyasha é sensacional. Com participações de alguns dos maiores nomes do Jpop, como Ayumi Hamasaki, Namie Amuro e BoA, além da banda Do As Infinity, que canta alguns dos temas da trilha sonora do anime, com destaque para Shinjitsu no Uta, música do quinto encerramento da animação. Delicada e com alguns acordes de instrumentos tradicionais, é uma música que se adequa perfeitamente à ambientação histórico-cultural tida como pano de fundo em Inuyasha.

3. Last Stardust – Fate/Stay Night: Unlimited Blade Works

Uma excelente cantora e compositora, dona de uma discografia excelente e com várias OSTs em seu currículo, Aimer conseguiu emplacar a música Brave Shine como segunda abertura do anime Fate/Stay Night: Unlimited Blade Works, mas teve também a incrível Last Stardust(que também concorria como abertura) aproveitada como trilha sonora no episódio 20 da série. Ambas as músicas são de seu álbum DAWN, de 2015.

2. The Real Folk Blues – Cowboy Bebop

Um anime marcado por influências do cinema clássico norte-americano e da cultura do Jazz, além de referências ao cinema de Kung Fu dos anos 60 e 70 e da animação japonesa Lupin III, Cowboy Bebop conta com uma trilha sonora magnífica, composta por Yoko Kanno, que também trabalhou com soundtracks de animes como Ghost in the Shell Zankyou no Terror. Para Cowboy Bebop, ela montou uma banda focada em Jazz especialmente para compor a trilha sonora, tendo The Real Folk Blues como tema de encerramento da animação.

1. Fine on the Outside – As Memórias de Marnie

Um dos mais recentes filmes do Estúdio Ghibli, As Memórias de Marnie foi baseado no livro When Marnie Was Here, da inglesa Joan G. Robinson, e conta a história de Anna, uma solitária menina com problemas de ajuste social e saúde extremamente frágil, que se muda para uma pequena cidade no interior de Hokkaido para tentar se restabelecer. E é com base na solidão de Anna que a música-tema é encaixada. Fine on the Outside, da norte-americana Priscila Ahn, é uma canção autobiográfica, que trata dos questionamentos de uma criança solitária frente a seus próprios sentimentos, e encaixando-se perfeitamente na proposta da animação, que por sinal, é esplêndida. Mais uma obra de arte do Estúdio Ghibli, que nunca deixa a desejar em nenhum aspecto de seus longa-metragens.

 

E você, o que achou da lista?