http://editoranovoconceito.com.br/media/upload/livro/livro/9788581638126_1.jpgTítulo: A Menina que não Acredita em Milagres
Autora: Wendy Wunder
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288

Sinopse: “Campbell tem 17 anos. Ela não acredita em Deus. Muito menos em milagres.
Cam sabe que tem pouco tempo de vida, por isso, quer viver intensamente e fazer tudo o que nunca fez no tempo que lhe resta. Mas a mãe de Cam não aceita o fato de perder a filha, por isso, ela a convence a fazer uma viagem com ela e a irmã para Promise um lugar conhecido por seus acontecimentos miraculosos.
Em Promise, Cam se depara com eventos inacreditáveis, e, também, com o primeiro amor. Lá ela encontra, finalmente, o que estava procurando mesmo sem saber.
Será que ela mudará de ideia em relação à probabilidade de milagres?
A Menina que não Acredita em Milagres vai fazer você rir, chorar e repensar sua conduta de vida.”

Campbell não superou a perda do pai e sua última consulta ao Dr. Handsome não trouxe as melhores notícias. Seu câncer se espalhou e estão sem novas opções de tratamento, qualquer novo procedimento só irá servir para a fragilizar mais, portanto só lhe resta esperar por um milagre.

Vivendo na Flórida com seu fusca batizado de Cumulus, sua mãe, sua irmã mais nova e seu passarinho Piu-piu, Cam já se conformou com a ideia de morrer antes de completar 18 anos e não faz mais esforço algum para parecer esperançosa. Suas forças estão todas concentradas agora em cumprir o máximo de itens possíveis da Lista do Flamingo, lista essa que fez com sua melhor amiga Lily, que também está lutando contra a doença, há algum tempo atrás e reúne um apanhado de coisas para se fazer antes de morrer.

Mas sua mãe se recusa a aceitar a derrota e desistir de Cam, mesmo que ela já tenha desistido de si mesma, e resolve testar todos os métodos alternativos possíveis para salvar a filha até que um amigo sugere uma visita à famosa Promise, no Maine, uma cidade onde milagres e eventos inexplicáveis acontecem.

Forçada a uma longa viagem para longe de casa, Cam não está muito colaborativa e só quer ser deixada sozinha para esperar a morte, mas o que ela não esperava é que Promise iria trazer tanto e tantos. Amizade, mudança de pensamentos e conduta, experiências inexplicáveis e amor. Muito amor.

Esse livro é tão real que dói – mesmo que Promise possa ser tão incrível que às vezes pareça saída de um conto de fadas. Os diálogos, discussões e sentimentos críveis que nos fazem sentir tão dolorosamente próximos aos personagens dão forma a uma obra absolutamente emocionante.

“Talvez esperança e tristeza possam coexistir, pensou ela. Isso parecia uma ideia importante. Talvez Cam pudesse ter esperança sem negar aquela imensa parte de si mesma que tinha de ser triste. Ela não tinha de sacrificar uma pela outra. Talvez todas as pessoas tivessem esperança e tristeza em todos os momentos da vida.”

Cam é real. Com humor ácido, pessimismo e uma língua afiadíssima, ela nos conquista e nos faz torcer como se fosse alguém pertinho da gente, então você dá risada e chora – e eu chorei, eihn – com ela até a última página. Mas não só com ela, seus laços nos fazem amar cada um dos outros personagens como a mãe e irmãzinha incríveis que são Alicia e Perry, a Nana, Asher e a excêntrica Elisa. Família e amor exigem sacrifícios e eles estão dispostos.

Só pra não deixar os contrapontos de lado, o único incômodo que eu tive foi a tradução de alguns termos pontuais que poderiam ter deixado alguns diálogos mais agradáveis, mas a leitura é tão fluida quanto pode ser – daquelas que você lê literalmente rápido demais e depois freia na ilusão de que a história vá durar mais – e a diagramação não deixa a desejar em nada.

Apesar da premissa ter o câncer como ponto de partida e o que o título possa te fazer pensar, Wendy Wunder, em seu primeiro romance, não quis falar sobre milagres, quanto menos sobre Deus e sim sobre aceitação e a beleza da vida na duração que for. Afinal, Cam não precisa acreditar em milagres, eles acontecem à sua volta em todos os formatos, cheiros e sabores. Ela presencia e opera milagres na vida dos que estão a sua volta simplesmente por estar.

“Talvez se ela pensasse sobre as pessoas elas nunca desaparecessem de verdade. Parecia muito brega, mas havia uma explicação científica para isso também. Se você acreditava que os pensamentos eram energia e energia é matéria (E=mc2), e a matéria aparece, então uma pessoa nunca pode realmente deixar você, a menos que você pare de pensar nela. Tudo que você dividia com uma pessoa ainda está girando ao redor do universo. O amor, Cam tinha de admitir, poderia ser real. E o amor permanece. As relações permanecem. Porque os pensamentos são energia, energia é matéria, e a matéria nunca desaparece.”

REVIEW OVERVIEW
Trama
Narrativa
Personagens
Diagramação
Ambientação
SHARE
Previous articleO DCEU vai encontrar seu lugar ao sol
Next articleOs 10 Clãs mais fortes de Naruto
Estudante de Medicina Veterinária, apaixonada por literatura e nascida pro drama. Usa seu tempo livre para ler, assistir séries compulsivamente, planejar tatuagens e amassar animais. Se expressa melhor através da escrita e ama mais seus gatos do que 98% das pessoas que conhece.

facebook comments:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here