Se nos anos 2000 a Disney teve dificuldades para agradar um grande publico e criar novos clássicos marcantes – levando em conta que na década anterior o estúdio lançou O Rei Leão – porém, depois do ano de 2010, o estúdio veio acertando em cheio em suas animações, voltando a vencer o premio do Oscar e encantando uma nova geração com novos clássicos.

Moana: Um Mar de Aventuras, animação da icônica dupla Ron Clements e John Musker (A Pequena Sereia e Planeta do Tesouro), é uma animação que continua a boa safra de produções da atual Disney e não apenas isso, como traz uma magia a mais a quem assistia as grandes animações dos anos 90 e uma magia completamente diferente especial para as crianças dessa geração.

A animação conta a história da jovem Moana (Auli’i Cravalho) que quando criança era fissurada pelas histórias de sua avó Tala. Nessas histórias, havia uma deusa chamada Te Fiti, criadora de toda a vida e que logo depois virou uma ilha. Um certo dia, o semideus Maui (Dwayne Johnson), resolveu roubar o coração de Te Fiti, uma pequena pedra pounamu, apenas para ele encontrar o monstro de lava Te Ka. Porém Maui foi derrotado e todas as ilhas criadas por Te Fiti foram amaldiçoadas.

Anos depois, Moana descobre que essas histórias são reais e não mitos, como seu pai lhe falava. Por conta dos tempos de seca na sua ilha, Moana é forçada a ir atrás de Maui para recuperar o coração roubado e assim salvar o seu povo.

Apesar de no começo a história parecer estar acontecendo de uma maneira muito rápida, não demora muito para a trama se encontrar e acontecer tudo no tempo certo. O roteiro segue a consagrada formula Disney ou seja, o filme é uma aventura muito divertida para toda a família ir ao cinema assistir.

moana

Essa é a primeira animação em CGI da dupla Clements e Musker, e acabou sendo não só a primeira, como a mais linda já feita da Disney. O efeito do mar, os fios cabelos de Moana, os movimentos faciais e os corporais são os mais incríveis que eu já vi em uma animação do estúdio e uma das mais lindas entre todas as outras animações.

Mas não é apenas na história e no CGI que Moana tem seus grandes momentos. A personagem principal é encantadora desde o começo e demonstra uma enorme determinação e vontade de realizar seus objetivos. Esta é a princesa da Dinsey que eu mais me interessei pela sua história, pois ela é forte e ao mesmo tempo é uma pessoa sensível e dócil. Pela reação das crianças na cabine de imprensa (obrigado pelo convite Disney 😉 ), Moana será uma personagem que cairá nas graças do público!

A trilha sonora é outro ponto incrível! As músicas não são tão chicletes como Let It Go ou Quer brincar na neve? de Frozen, mas assim que sair do cinema você ficará com a música How Far I’ll Go, que no filme é interpretada pela própria Auli’i Cravalho e nos créditos pela cantora Alessia Cara e com certeza também ficará com a música You’re Welcome, interpretada pelo The Rock (só por isso já te fará ficar com ela na cabeça).

Por mais que a animação só chegue ao Brasil dia 5 de Janeiro de 2017, a animação teve o seu lançamento em Novembro de 2016, o que fez com que a Disney tivesse dois lançamentos em apenas um ano (no começo do ano teve Zootopia) e as duas produções são de extrema qualidade! Podemos dizer sem dúvidas que estamos presenciando os novos grandes clássicos dos estúdios de Walt Disney.

REVIEW OVERVIEW
Roteiro
Dublagem
Direção
Trilha Sonora
Previous articleGal Gadot vai apresentar o Globo de Ouro 2017
Next articleE-Sport não é só um jogo
Nerd desde os 4 anos que gosta de games, quadrinhos, livros, filmes e séries. Acha que entende de alguma coisa, mas só acha mesmo e_e