Willie (Morgan Freeman), Joe (Michael Caine) e Albert (Alan Arkin) são amigos de longa data que leva uma vida pacata e boa, mas sofrem por recentes problemas financeiros. Após Joe presenciar um assalto a banco, o senhor de idade resolve chamar seus grandes amigos para eles assaltarem um banco.

O filme começa exatamente na cena que Joe está dentro do banco por causa do aviso sobre a divida da sua casa, na qual ele negociou, mas o gerente não agiu de muita boa fé com o senhor. Nesse exato momento, um trio de ladrões mascarados entra no banco para assaltar e deixa Joe intrigado com tudo aquilo que acontece. Quando acaba o ato dos bandidos, Joe é chamado para depor e dá algumas dicas do que viu para a policia e logo a seguir é liberado. A cena corta e mostra o idoso com seus outros 2 grandes amigos vivendo a vida do jeito deles, até que a empresa em que trabalharam a vida toda cancela a pensão dos 3, deixando os idosos em uma situação bastante complicada. Cansado daquela situação, Joe tem uma ideia bem controversa e inesperada: eles vão assaltar um banco para poder viver com dignidade até o fim da vida deles. E é assim que a história começa.

A trama do filme é bem simples, e é muito divertida, apesar de absurda. 3 senhores planejando um assalto a banco, com o filme girando em torno do plano e confusão que eles entram para concluir o plano. O filme que é um remake de um longa de 1979 consegue atualizar bem a vida cotidiana das pessoas na geração atual, emulando bem o “espirito” e estilo da história num novo contexto. Despedida em Grande Estilo ainda agrada na sua montagem e escolha de elenco e conseguindo mostrar ao mesmo tempo o drama pessoal que cada um dos 3 estão vivendo: um quase perdendo sua casa para o banco, outro tendo que suportar a distancia e a impossibilidade de ver a sua família que está morando longe e o outro que se tornou uma pessoa durona e solitária por não ter expectativa nenhuma de vida.

O grande ponto alto do filme é o seu elenco, com uma escalação estelar, reunindo Michael Caine, Morgan Freeman, Alan Arkin, Christopher Lloyd e Ann Margret para contracenar e fazer um filme muito bom. O Joe de Caine é um senhorzinho simpático, bem humorado, amoroso e que tem uma forte ligação com a sua neta Brooklyn (vivida pela jovem atriz Joey King), na qual ele vira quase que uma figura paterna para ela, já que o pai é ausente na vida da própria filha. Willie, vivido por Freeman é um senhor que divide a casa com seu amigo Al e que sente o peso de viver afastado dos seus familiares e a impossibilidade de visita-los, que tem como seu tesouro a sua neta K (Kanika). Albert, vivido por Alan Arkin é um velho turrão, amargo, mal-humorado e apesar de morar com Willie, é um senhor solitário. Outros que merecem destaque é Christopher Lloyd que faz um pequeno personagem, mas que é um dos mais engraçados do filme todo, além de Ann Margret, que faz a doce Annie, apaixonada por Al.

O filme cumpre aquilo que ele se propõe e o diretor faz um bom trabalho. A trilha sonora é boa, mas nada que se destaque. A ambientação é muito boa. Despedida em Grande Estilo é um bom filme para se ver, divertido e que vale o ingresso. O filme chega aos cinemas no dia 6 de abril.

Confira o Trailer: