Lançado em 2014 no Japão e em 2015 aqui no Brasil, o décimo filme da franquia Naruto vem para encerrar o ciclo de aventuras do herói de Konoha e ao mesmo tempo, comemorar os 15 anos da série, além disso, The Last é o único filme da franquia que é cânone.

O longa começa com uma pequena recapitulação dos últimos acontecimentos da série e do mangá, que envolvem a criação do mundo shinobi, dos ancestrais do Rikudou Sennin, e até da batalha final contra o Sasuke. Logo percebemos então o público alvo da obra: Os fãs.

A recapitulação pega de maneira geral os últimos acontecimentos da série
A recapitulação pega de maneira geral os últimos acontecimentos da série

O filme de fato começa dois anos depois a Quarta Grande Guerra Ninja, que Naruto saiu como o herói após derrotar Kaguya Otsutsuki e trazer paz para a Terra. Konoha agora tem Kakashi como seu Hokage, e Naruto é uma celebridade entre as jovens da vila sendo recebido com muitos presentes devido ao festival que está ocorrendo. Hinata Hyuga, que sempre amou Naruto, está tendo dificuldades de se declarar, e decide dar um presente ao ninja que remete à infância de ambos: Um cachecol.

Durante esses acontecimentos cotidianos, Toneri Otsutsuki, o último descendente de Hamura Otsutsuki (irmão do Rikudou Sennin) planeja destruir a Terra, que com os incontáveis conflitos, saiu do caminho que seus ancestrais visavam. O plano de Toneri se divide em duas partes, a primeira é a aproximação da Lua em direção a Terra, que desencadeia várias quedas de meteoritos, e a segunda que é o sequestro de Hanabi, a irmã de Hinata, com objetivo de roubar seu Byakugan para dar forma ao Tenseigan, um doujutsu que é uma “evolução” do Byakugan.

Uma equipe composta por Shikamaru, Sai, Sakura, Naruto e Hinata é enviada por Kakashi para salvar Hanabi e parar a aproximação da Lua, enquanto todas as nações se locomovem para seus planos de proteção.

O vilão Toneri com seu Tenseigan completo
O vilão Toneri com seu Tenseigan completo

O longa apesar de uma história puxada para a ação, tem o seu foco maior no romance e no laço entre Naruto e Hinata, não é atoa que o slogan do filme no Japão é “Último episódio, primeiro amor”, a relação dos dois é incrivelmente bem feita, utilizando de flashbacks (bem frequentes) da relação dos dois, desde o Exame Chuunin até a luta contra Pain onde foi a primeira vez que Hinata disse “Eu te amo”.

Apesar de ser uma história de amor, o longa consegue ampliar ainda mais a mitologia da franquia, explicando sobre o clã da Lua que deu origem aos Hyuga e falando mais sobre o Byakugan que nunca foi bem explorado na série.

O ponto fraco do filme fica por conta de coisas bem comuns na série Naruto (principalmente na fase Shippuden) que são: A qualidade de animação e o mal aproveitamento de personagens queridos. Chega a parecer piada pra quem conhece os memes que a franquia recebe, mas a animação do filme varia em qualidade, chegando até incomodar algumas vezes, fora isso, alguns podem pegar no pé com a forma que os personagens secundários são utilizados, mas podemos reconsiderar isso, já que o foco é entre Naruto e Hinata desde o começo.

vlcsnap-2017-01-06-14h28m02s376Por mais que fãs chatos possam olhar e dizer “mas é só uma historinha de amor”, The Last é muito mais que isso. Com um legado de 15 anos nas costas, o filme tem cenas de aventura, ação de tirar o fôlego, expande coisas que os fãs amam, e em 1h50 de duração, escreve uma carta de amor para os assíduos da série. Por fim, em toda franquia, vimos Naruto tornar-se forte, sendo aceito na sociedade, sendo o herói de Konoha, sendo o herói do mundo, e agora, vimos ele encontrando e aceitando de fato o amor da sua vida.

vlcsnap-2017-01-06-14h30m02s667

REVIEW OVERVIEW
Direção
Elenco
Trilha Sonora
Roteiro
COMPARTILHAR
Artigos anterioresHenry Cavill presenteia equipe de produção de Liga da Justiça
Artigos posterioresA 7ª Arte coreana
Louco pela DC, nerd e amante da escrita. Sonho em ser cineasta, lançar meu próprio filme e, quem sabe, ter uma carreira de escritor também.