Em 2009 o U2 estava fazendo uma série de entrevistas para divulgar seu mais recente álbum, o No Line on The Horizon, em uma dessas entrevistas o guitarrista da banda, The Edge, comentou sobre uma citação de Neil Armstrong em que ele dizia sobre o quão irrelevantes somos no universo. Edge repassa as palavras de Armstrong, o astronauta havia dito que após sua nave se estabilizar no espaço ele olhou pela janela e viu um pequeno globo azul flutuando em meio a escuridão. Ele se deu conta de que aquele pequeno globo azul era tudo. Sua família. Seu país. Seu planeta. Em meio ao imenso espaço sideral tudo que conquistamos e tudo o que somos é pequeno. A mais nova série da NBC, This Is Us, fala sobre a vida e suas peculiaridades, ela nos torna relevantes em meio a sete bilhões de habitantes no planeta.

Não somos exclusivos, nem especiais. This Is Us deixa claro isso logo em seus créditos iniciais. Ela nos dar os dados de que de acordo com a Wikipédia cerca de 18 milhões de pessoas compartilham da mesma data de aniversário e é ai que a série de Dan Fogelman começa a contar sua história. Jack, Kate, kevin e Randall fazem aniversário no mesmo dia e suas histórias de inicio são completamente distintas, os laços a serem criados para os unir são imperceptíveis e só fazem sentido nos últimos dez minutos do episódio piloto.

91ad43fa78c8251b_nup_172430_0283-xxxlarge

Jack está prestes a ser pai, Kate é uma mulher infeliz consigo mesma, Kevin se sente objetificado em sua profissão e Randall guarda 36 anos de rancor em sua bagagem. Parece cliché e desinteressante, mas não é. A carga emocional dos personagens no pilot é surpreendente e muito bem pensada, This Is Us parece ser uma série que não dá valor ao acaso e nem acredita nele, tudo no pilot tem um sentido e isso amarra a trama perfeitamente dando a sensação de que estamos lidando com um episódio independente.

Uma série que não deixa ponta soltas em seu piloto merece a atenção do público, This Is Us conta sua história na medida em que une seus personagens. A empatia surge naturalmente, seus problemas são palpáveis e reais! É um verdadeiro drama contado em 42 minutos, obrigada Dan Fogelman por entregar algo assim para a televisão pessimista da geração que adora personagens sem escrúpulos.

593df890-ff8b-0133-249b-0e1b1c96d76b

This Is Us não busca explicar o ódio, na verdade ela ri dele. Ela ensina com metáforas sobre o amargo dos limões que tudo na vida tem um lado bom, a série é positiva e emocional. Ela é familiar, real. O público precisa de séries como This Is Us, séries que ensinem algo ao seu público e o emocione. A Tv precisa de uma série sobre pais e mães, sobre irmãos e seus relacionamentos, tudo isso sem ser uma sitcom. This Is Us merece e precisa de atenção.

facebook comments:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here