Ryan Murphy se reinventa e entrega no sexto ano o melhor capítulo de sua antologia.

Poster American Horror Story: Roanoke
Poster American Horror Story: Roanoke

American Horror Story em todas as suas temporadas buscou o horror em seus diversos aspectos, Murder House foi leve e teve seu ápice no episódio de Halloween, Asylum entregou o horror sobrenatural presente na mente humana, Coven foi fundo no horror para um público jovem e entregou o melhor episódio de toda a história da série, Freak Show foi complicada e sentimental ao mesmo tempo em que era aversiva e Hotel, a mais fraca temporada da série, mostrou o horror com elegância e sexualidade.

O sexto ano de American Horror Story veio desacreditado e a fórmula que já havia sido utilizada de diversas maneiras por Ryan Murphy parecia ser sua maior vilã nessa ocasião, mas Murphy provou para o seu público o porque de ser um dos produtores mais confiáveis da Tv americana. Roanoke é excelente! Imersiva, a temporada te suga para dentro da mitologia em torno do programa fictício criado em seu universo e te faz acreditar na veracidade de tudo que lhe foi apresentado.

American Horror Story: Roanoke
American Horror Story: Roanoke

Uma casa assombrada, o mais cliché do terror/horror é fundamental para a qualidade de Roanoke. O elemento surpresa é muito bem utilizado na história criada por Murphy para contar a outra história criada por Murphy, as camadas presente em American Horror Story: Roanoke só comprovam que tudo aquilo que foi falado quanto ao cuidado do produtor para com a temporada foram reais e o resultado é incrível. Roanoke é a unica temporada da antologia aonde não existe episódio inútil, a continuidade é a cereja do bolo desse maravilhoso horror que foi entregue pelo FX.

A versatilidade dos personagens e a reinvenção da imagem do elenco fixo da série foram complementos sutis, mas necessários que acabaram por provar que Sarah Paulson, Kathy Bates e Evan Peters tem muito para acrescentar ao show. O novo elenco é estranho e essa é a intenção! Roanoke quer te deixar desconfortável ao ver na tela rostos não conhecidos do público fixo de American Horror Story. A direção foi versátil e é por isso que Roanoke é real, as cenas sem eixos e os momentos de found footage são o ponto alto de todos os 10 episódios da temporada.

American Horror Story: Roanoke
American Horror Story: Roanoke

Além de entregar uma temporada tecnicamente impecável, Ryan Murphy continuou a fazer criticas sociais só que de uma maneira suscitada. A crítica em Roanoke está muito mais na movimentação dos personagens do que em suas palavras, fique atento ao assistir os episódios e tente não pensar na Açougueira de Kathy Bates e na Bruxa interpretada pela Lady gaga (é impossivel, são assustadoras).

PS: Os Polks e os Chens são as criaturas mais assustadoras de toda a história de American Horror Story. 

PS2: Além da ligação direta da temporada com Asylum, Roanoke também faz ligação com Murder House. A Lua de Sangue acontece exatamente na mesma semana do ano em que há a libertação dos espíritos em Murder House.

Assista Roanoke, é sério.
Assista Roanoke, é sério.

facebook comments:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here