Black Sails retrata com competência a era de ouro da pirataria. 

Poster Season 1 Black Sails

Black Sails é uma série que aborda a pirataria em sua época de ouro, retratando figuras históricas como Charles Vane, Benjamin Hornigold, Edward Thatch (Barba Negra) entre outros personagens famosos dessa época, a série serve como uma prequel do livro A Ilha do Tesouro, que no caso ainda não tive o prazer de ler mas sem dúvida está na minha lista.

Black Sails se passa em 1715, na maior parte do tempo em Nassau, uma ilha de piratas muito conhecida até hoje (Nova providencia) aonde passaram diversos piratas famosos como Barba negra (Ray Stevenson),Charles Vane (Zach McGowan), Benjamin Hornigold (Patrick Lyster). Ali era o ponto que os piratas conseguiam vender seus saques, passar a noite com uma mulher e aproveitar ao máximo o dinheiro que conseguiam vendendo mercadorias de seus roubos. O conhecido capitão Flint está em busca de um galeão espanhol, “Urca de Lima”, com um tesouro de mais de 5 milhões de dólares. Ele consegue achar a página de itinerários desse navio, porém acaba tendo essa página roubada na volta a Nassau e, após descobrir que o ladrão tinha queimado a página, ele é obrigado a recrutar o mesmo para a sua tripulação, o “forçando” a escrever os locais aonde o navio espanhol passaria durante sua viagem, porém, John Silver não escrevia toda a informação de uma vez, ele ia passando aos poucos para garantir que não iria ser morto logo após escrever a localização do navio. Após isso, Flint parte com sua tripulação rumo ao Urca já imaginando que se conseguisse completar aquele roubo, as marinhas Inglesa e Espanhola iriam atrás dele e consequentemente tentariam dominar Nassau.

As atuações tem um nível razoável, mas ainda assim o elenco tem ótimos momentos aonde os personagens conseguem vender muito bem a situação, principalmente o personagem John Silver (Luke Arnold) que usa sua comunicação para se manter vivo na tripulação e tentar negociar, ganhar uma parte do tesouro que Flint (Toby Stephens) está indo atrás. O personagem acaba tendo uma participação muito grande na história da série e no desenvolvimento do capitão. A narrativa da série é bem feita, vai seguindo um ritmo constante, tudo é bem desenvolvido e evolui muito bem, são 10 episódios por temporada e em todos eles acontecem coisas importantes e que agregam valor aos personagens e as suas personalidades.

Também vale citar o visual fantástico do show, os cenários são muito bem feitos e tentam ao máximo ser fiel à época, várias cenas no oceano ou mesmo as cenas de guerra tem uma fotografia impressionante.

Bom, no final das contas Black Sails é uma série sobre piratas que aborda temas não tão clichês, ela consegue abordar política de uma forma muito sutil e bem feita. Algo muito interessante é ver que existia burocracia na época retratada, eles tinham uma certa “ordem”, tinham regras a seguir em Nassau, os personagens são fantásticos! O ponto forte da série, sem dúvida nenhuma, todos os personagens principais tem seus dramas próprios bem desenvolvidos com o passar dos episódios. Se você gosta de uma boa história sobre pirataria com ótimos personagens e plot twists, navios sendo arrastados por tempestades, lutas de espadas bem feitas, cenas de guerra com canhões, nudez e violência, Black Sails sem duvidas merece sua atenção.

A primeira temporada de Black Sails está disponível na Netflix.