A Team One tinha acabado de subir para o CBLOL (Campeonato Brasileiro de League Of Legends) e logo de cara pegou uma Keyd Stars na primeira semana do campeonato, mas sem tomar conhecimento da equipe de estrelas da Keyd a Team One venceu os dois jogos e conquistou seus primeiros pontos, eu até pensei que seria sorte de principiante assim como você, mas veio a segunda semana e eles ganharam da INTZ também e então eu cheguei a pensar, será Brasil? e realmente foi Brasil, a equipe teve duas derrotas para a Pro Gaming e Red canids, durante a fase classificatória para os playoffs, o empate na última semana contra o bom time da Pain foi um gostinho do que veríamos na final do dia de hoje (02), antes de falar um pouco da final, que tal mostrar para vocês o quão é importante Nunca desistir.

Começando com um dos mais experientes do time, Brucer que desde 2014 vem tentando seu espaço na elite do CBLOL, chegou a ser rebaixado e até afastado por 1 ano devido a uma punição, o jogador teve tudo para voltar melhor do que nunca com a Red Canids mas não deu certo de novo, agora em uma equipe nova e de volta a elite do Campeonato de LOL finalmente o jogador se provou, e é o maior destaque desse texto.

4lan é mais um que já passou pelo fantasma do rebaixamento e deu a volta por cima, ele já era destaque no time da Remo Brave, e naquela época eu já o via como um ótimo Jungle, na Team One o jogador se encontrou e mostrou tudo o que sabe e isso para mim foi o grande diferencial de toda a equipe, todos mostraram o que sabem desde o inicio, com Redbert, Absolut, Marf e o novato Verto mostraram uma grande sincronia durante todo o campeonato e estabilidade para chegar na grande final, que falaremos agora.

Frio na barriga, mãos suadas e aquele momento que você pensa que qualquer erro custa caro, eu imagino assim a chegada dos jogadores da Team One em BH para a final, o time iria encarar a veterana Pain que trazia na bagagem números impressionantes, primeiro que a Pain nunca perdeu uma final de CBLOL e segundo que só foi campeã em ano ímpar, torcida em maior número para eles como era o esperado, tudo isso contra os Golden Boys, e além disso tudo o time começou perdendo a primeira partida da melhor de 5, mesmo o time da Team One jogando bem a Pain conseguiu a vitória. Segundo jogo é o famoso momento para respirar e pensar consigo mesmo que a hora de mostrar tudo é agora, de pegar o campeão que te dá conforto, se a Pain abrir 2×0 era difícil de reverter, e chuto a dizer que eles pensaram exatamente nisso.

A Team One passou por cima da Pain no segundo jogo, passou mesmo e eu não estou brincando, o time jogou muito e dessa vez não deixou a vitória escapar como no jogo anterior, focando objetivo com um Dr. Mundo que parecia imortal, com 17 mil de ouro em vantagem e 11 torres derrubadas o time teve 13 kills no jogo e venceram com facilidade, vamos para o terceiro.

O terceiro jogo era o momento chave, a famosa “nega”, a série empatada em 1×1 e um dos times iria passar a frente e ficar a uma vitória do título e mais uma vez a Team One largou na frente, Verto anteriormente com o Dr. Mundo e agora com o Trundle amassou tudo levando objetivo atrás de objetivo sem ser neutralizado e nos momentos finais da partida a Team One levou o nexo sem matar ninguém apenas empurrando a Pain para de volta a sua base, uma vitória separava o time de novatos em finais do título do campeonato mais importante de League Of Legends desse país, e ainda mais importante, uma vitória separava os novatos do MUNDIAL.

A 4ª e decisiva partida, a Pain poderia empatar a série e levar para um dramático quinto e último jogo, e fez uma composição para isso, Vel’koz para ultar de longe enquanto o Zac pulava no meio de todos, Varus imobilizando um alvo e Jarvan IV para fechar esse alvo ou até o time todo enquanto recebiam dano verdadeiro do Kami, na teoria era perfeito o plano e por 3 TF’s isso deu certo, imobilizava um alvo e o destruía, mas alguns erros do Tay e do Mylon acabaram que atrapalharam um pouco a equipe da Pain, a paciência do time da Team One foi essencial, esperaram o Dr. Mundo do Verto crescer e ficar quase imortal, procuraram fazer objetivo e focar em Dragões e exatamente um Dragão decidiu a final, a Pain iniciou e saiu e enquanto a Team One aproveitou a brecha para fazer o objetivo, Tay entrou no meio de todos para tentar roubar o Dragão e foi eliminado fazendo um efeito cascata onde a Team One levou a equipe inteira da Pain para sua base com a tela preta e branca enquanto viam os novatos serem campeões, o time que havia acabado de subir para a elite e já se tornou o mais novo campeão, com jogadores que passaram por poucas e boas mostra que não é necessário contratar jogadores com ótimos currículos e campeões por onde passaram, basta trazer aqueles que estão ai a um tempo esperando sua chance de brilhar, bastar entrosar esse pessoal para que joguem bonito, basta apenas nunca desistir.

facebook comments:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here