Pokémon é o nome de uma franquia de jogos que começou nos anos 90, e há vinte anos é um sucesso absoluto, rendendo 7 gerações de 50 jogos diferentes, 19 temporadas de anime e mais 19 filmes derivados da série animada.

Os dois primeiros jogos da franquia foram lançados em 27 de fevereiro de 1996, criados por Satoshi Tajiri e Ken Sugimori, contando com a trilha sonora de Junichi Masuda, para GameBoy, o primeiro portátil da Nintendo.

Pokémon é fruto da imaginação de Satoshi, que tinha como hobbie a captura de insetos, e teve a idéia do jogo na mesma época do lançamento do GameBoy. Em 2006, a franquia completou 10 anos e seus lançamentos acumularam 200 milhões de cópias vendidas e em 2013, registrou o equivalente a US$40.98 bilhões de lucro em todo o mundo.

Ao final de 2015, a Pokémon Company anunciava o lançamento de um novo jogo de Pokémon, mas dessa vez para smartphones. O anúncio causou uma euforia gigante, pois não seria limitado aos consoles da Nintendo, sendo disponibilizados para as versões Android e iOS, nos celulares. Além disso, a empresa, junto a Niantic (desenvolvedora do Ingress), prometiam revolucionar o conceito da captura dos monstrinhos, usando a realidade aumentada para trazê-los para a vida real através das câmeras dos Smartphones. Era um sonho de milhares de crianças que cresceram no final do século XX, e isso tudo no vigésimo aniversário da franquia. Mas como todo novo lançamento que causa a mobilização de uma grande quantidade de pessoas, alguns sugerem que Pokémon GO talvez não seja, nem de longe, algo positivo.

Hoje em dia, a política tem se tornado mais presente na vida social (POLÍTICA NÃO É SÓ ELEIÇÃO, FUNCIONÁRIOS E ÓRGÃOS PÚBLICOS) e as discussões acerca da manipulação de pensamentos é cada vez mais recorrente. Com isso, “defensores virtuais” começaram a aparecer em diversas mídias sociais para atacar o sucesso do aplicativo sensação do momento. Afinal, Pokémon GO é um instrumento de manipulação de massas? A resposta é Não. Se lembram daquela tirinha de American Dad, que diz que uma arma não mata sozinha? É a mesma coisa. Pokémon GO é benéfico para quem sabe fazer seu uso de tal maneira a melhorar sua vida de alguma forma, e não é culpa do aplicativo se você não sabe usa-lo corretamente. Tem dúvidas do benefício do jogo na vida das pessoas? Dê uma espiadinha aqui:

O site Minha Vida também criou uma lista com 6 benefícios de Pokémon GO na sua vida:

  • 1.Você se movimenta mais:

Em outros países, onde o jogo foi lançado há algumas semanas, pessoas já relatam a perda de peso como uma grande vantagem do game. Para encontrar cada vez mais Pokémons, é preciso caminhar pelas ruas. Além disso, existem alguns ovos no jogo que só são chocados se você andar entre 2 km até 10 km. Mas, cuidado, se você não está acostumado a realizar nenhum tipo de atividade física, comece com caminhadas curtas, ok?

  • 2. Você pode fazer novos amigos:

Na rua, em parques, no ônibus, no metrô. Em todos os lugares as pessoas estão jogando e, entre uma captura e outra, os jogadores começam a trocar dicas e a interagir sobre o jogo. Assim, podem surgir novas amizades por causa do jogo.

  • 3. Você aprende a lidar com as frustrações. Games pode estimular a aprendizagem e interação social:

Nem sempre você irá capturar aquele Pokémon na primeira tentativa. Os mais difíceis exigem maiores habilidades e, mesmo que você o prenda na Pokebola, ele poderá ocasionalmente fugir. Isso gera uma certa frustração, que é saudável. “Por colocar a perda de uma maneira clara, os jogos ajudam os usuários a saberem lidar com o fracasso”, afirma a psicóloga Blenda de Oliveira, especializada em psicoterapia Infantil e familiar, de São Paulo.

  • 4. Você fica mais ágil e multitarefas:

Andar observando o celular à procura de Pokémons, desviando de outras pessoas, dos carros, buracos na rua. É preciso dividir a atenção entre diversos aspectos, principalmente para evitar acidentes. Assim, o jogo acaba desenvolvendo a sua agilidade. É o que mostrou um estudo da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, em que foram analisadas as respostas de dezenas de pessoas a desafios rápidos. Os pesquisadores observaram que aqueles que jogavam games eram, em média, 25% mais rápidos para chegar a uma conclusão e responder corretamente às perguntas do que os outros.

  • 5. A família fica mais integrada

O Pokémon Go não se limita a apenas aos jovens. Nos Estados Unidos, por exemplo, pais saem junto com seus filhos em busca dos bichinhos e, claro, se divertem também, gerando um momento de qualidade e interação entre a família. A terapeuta americana Micah Thompson ressalta que o jogo incentiva as crianças a saírem da frente da TV e viverem mais fora de casa, assim como os pais.

  • 6. Você conhece novos lugares:

Para conseguir novos Pokémons, os jogadores se aventuram em lugares que, em um outro contexto, eles provavelmente não iriam. O jogo ainda traz destaque para pontos turísticos e culturais das cidades, atraindo muita gente para esses espaços, graças à grande quantidade de Pokémons que existem ali.

É claro que nem tudo são flores na vida, e também existem aspectos negativos a respeito do jogo, como o risco de ser assaltado, dispersão, vício e etc, mas não é bem mais fácil você se educar e educar seu filho ao invés de colocar a culpa no aplicativo? O homem fez da internet a sua maior armadilha, e educamos nossos filhos sobre como usar, ao invés de proibir.

Chega a ser hipocrisia criticar e dizer que um simples jogo é uma ferramenta de alienação, enquanto usa diferentes redes sociais e outros meios de comunicação que formaram sua opinião atual.

Outro fato curioso, é a respeito do boato sobre os Termos de Uso de Pokémon GO (que pede menos dados que o Facebook) e a espionagem. Talvez muitos não saibam, mas pasmem, qualquer Rede Social, App, Sites, Empresas de Telefonia e Emissoras podem e, algumas vezes, devem fornecer dados de seus usuários para investigações policiais e orgãos governamentais. A câmera utilizada no game não vai mapear sua casa (até porque você tem a opção de desativar a realidade aumentada), seu trajeto ou os lugares que você frequenta só por que é Pokémon GO. Se realmente fosse uma verdade, deveríamos parar de utilizar Snapchat, Instagram, Twitter, Facebook, Tumblr, MySpace e afins, e voltar a revelar as nossas fotos para colocar somente em álbuns de fotografia.

Lembre-se, você pode não concordar com os Termos e simplesmente não jogar.

Não cabe a você julgar o que é entretenimento e diversão na vida do seu vizinho. Se preocupe com a sua felicidade, e deixe que os outros decidam a deles. Você não está sozinho ao achar que Pokémon GO não é algo que lhe agrade, mas o sucesso de 20 anos da franquia e o sucesso do jogo mostram que não é só meia dúzia de usuários que se sentem bem ao assistir e jogar Pokémon.

facebook comments:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here